HUB Brasileiro em Connecticut

O Projeto

O Hub55 oferece estrutura para a instalação e desenvolvimento de empresas brasileiras nos Estados Unidos, com base em três pilares: RESOURCES, NETWORK e KNOWLEDGE. A partir do escritório mobiliado, as empresas associadas têm acesso apoio administrativo, serviços subsidiados pelo governo de Connecticut, acesso a todo mercado da costa leste dos Estados Unidos e Canadá (são 2 milhões de empresas em um raio de 500 milhas) e amplo networking em associações, entidades governamentais e de desenvolvimento de negócios.
O projeto foi viabilizado pela consultoria que representa o estado na atração de investimentos no Brasil, a Paseli Consulting, e desenhado para que empresas com vários níveis de maturidade sejam capazes de crescer e desenvolver planos de expansão internacional de forma realista, em seu próprio ritmo, enquanto vivenciam a realidade do mercado norte-americano.

  • Localização

    195 Church Street, New Haven, estado de Connecticut
    No campus da universidade de Yale. A 2h de trem de Nova York e Boston, New Haven é uma cidade multicultural com 50 escolas e 600 opções de restaurantes.

  • Como registrar interesse:

    Está aberto o período para registro e formalização de interesse de empresas que desejam instalar-se no HUB55.

PARCEIROS E APOIADORES

POR QUE CONNECTICUT?

O estado de Connecticut é um dos principais corredores de negócios da América do Norte, situado a menos de duas horas de carro de Nova York e de Boston e muito próximo dos maiores centros do Canadá, em Ontário e Quebec. Economia sólida, regras claras, agressivos incentivos financeiros, mão de obra qualificada e localização privilegiada são alguns dos atrativos que têm feito com que empresas brasileiras optem por se estabelecer em Connecticut. O apoio fornecido aos empresários pelo governo, tanto nos EUA quanto no Brasil, também é um diferencial na escolha do local da futura empresa.

Incentivos financeiros

Financiamento de até 50% de projeto de expansão através de empréstimos sob taxas e termos flexíveis; Perdão de dívidas baseado em índices de criação de empregos e em projetos com forte potencial de desenvolvimento; Oportunidades de financiamento com a participação do estado em conjunto com instituições de crédito; Rede local e regional de fundos de empréstimos através do estado para assistência de empresas com necessidades financeiras.

Outros dados

  • Localização

    No nordeste dos EUA, entre Nova York e Boston.

  • População

    3,5 milhões de pessoas

  • PIB

    US$ 250,6 bilhões (2014)

  • Força de trabalho

    1,9 milhões de pessoas, com alto nível educacional, produtividade e dinamismo

  • Principais cidades

    Hartford, Stamford, New Haven, Bridgeport, Waterbury, New London

  • Qualidade de vida

    menor taxa de pobreza dos EUA, menor taxa de fumantes, menor taxa de obesidade, menores taxas de mortalidade infantil e crimes contra a propriedade, maior número de médicos per capita

  • Principais setores industriais

    aeroespacial e defesa, biotecnologia, equipamentos de transporte, serviços financeiros e seguros, manufatura de precisão, eletrônico, lasers, plásticos e mídia digital.

  • Algumas companhias norte-americanas sediadas no estado

    United Technologies Corporation, GE, Xerox, Aetna, Stanley Works

  • Algumas companhias estrangeiras que investem no estado

    Alstom, BIC, Volvo Aero, ING, MTU, UBS, Permasteelisa Group

POR QUE NEW HAVEN?

  • Cidade multicultural e vibrante, com 130 mil habitantes, New Haven é “large enough to be interesting, yet small enough to be friendly.”
  • Intensa vida acadêmica: eventos, cursos de curta-duração, museus, galerias, palestras ofereceidos por instituições de ensino como Yale, Gateway, Quinnipiac, Southern Connecticut State University, Universidade de New Haven.
  • Opcões de lazer: +600 restaurantes, praias, parques nacionais, galerias e bibliotecas, museus, teatros com shows da Broadway e peças da escola de drama de Yale.
  • Fácil acesso a Nova York e Boston, com linhas de trem MetroNorth e Amtrak e aeroporto regional na cidade.

POR QUE INTERNACIONALIZAR

Motivos

Aumento do valor da marca pela presença internacional; Maior capacidade de atendimento e resposta a clientes globais; Diferenciação frente a concorrentes domésticos e/ou menos internacionalizados; Proximidade com seus consumidores finais; Diminuição de riscos pela diversificação de mercados; Acesso a fatores de produção mais baratos; Economia de escala.

Benefícios

Aquisição de novos conhecimentos e expertises; Elevação do nível técnico; Desenvolvimento de novos produtos/serviços; Diversificação da fonte de receitas do país de origem e exterior; Maior controle sobre canais de distribuição e venda no mercado externo.

EMPRESAS ASSOCIADAS

ABIMO

Com mais de 50 anos de história, a Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios (ABIMO) é a entidade representante da indústria brasileira de produtos para a saúde que promove o crescimento sustentável do setor no mercado nacional e internacional.

SOFTEX

Mais de 6 mil empresas são beneficiadas pelos programas da Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex), que tem como missão ampliar a inovação e a competitividade do setor brasileiro de software e serviços de tecnologia da informação.


PQTEC

Mais de 300 empresas estão vinculadas ao Parque Tecnológico São José dos Campos, que abriga três incubadoras e quatro centros empresariais, além centros de desenvolvimento tecnológico, laboratórios e universidades parceiras.

CORCAM

Empresa especializada em telemedicina, desenvolvedora do Nexcor – monitor cardíaco portátil inteligente, que permite o envio à distância de eletrocardiogramas, a localização do paciente para seu socorro e a detecção adiantada de problemas do coração.


GREEN DIGITAL

Rede de agências de marketing digital, a Green Digital expandiu suas operações através do modelo de franquia home-office e possui sucursais de franqueados em sete estados brasileiros, na Colombia, Angola e nos Estados Unidos.

AEVO

Softwares inovadores para gestão de projetos, inovação corporativa e processos industriais. Principais produtos são: AEVO Project (sistema para controle de projetos), AEVO Innovate (software para gestão da inovação corporativa) e AEVO IMS (plataforma de Gestão Industrial).


INTO THE FUTURE

Boutique de orientação de jovens que atua com coaching vocacional, suporte para ingresso em universidades no exterior, preparação para ingresso no mercado de trabalho e com recrutamento de estudantes brasileiros no exterior para programas de estágio de férias e trainee em empresas no Brasil.

PROSPERI

With over 17 years of experience implementing Portfolio and Project Management solutions, award-winning Prosperi can be relied upon to deliver solutions that meet customer requirements, on-time and on-budget.


MCM

Com 20 anos de história, a MCM Brand Group é um grupo de comunicação Full Service composto por agências especializadas em Live Marketing, Digital Marketing, Projetos Culturais e Internacionalização de Marcas. Destaca-se pela gestão de relacionamentos, promoções e eventos, trazendo experiência e resultados, trabalhando juntas com planejamento totalmente integrado.


Blog HUB55


A importância da consultoria internacional para o seu negócio

Devido ao processo de globalização, houve um aumento de interesse das empresas em atuar em mercados fora do seu país de origem. Entretanto, o início das atividades no exterior exige um planejamento e plano de negócios distinto dos demais aspectos … Continue lendo


Como funciona o visto de investidor EB-5 nos EUA?

Criado em 1990 pelo governo norte-americano para estimular o investimento estrangeiro, o programa EB-5 oferece a concessão do Green Card aos estrangeiros que realizarem uma contribuição mínima para ser aplicada em novos negócios nos Estados Unidos, observando certas regras. Atualmente, … Continue lendo


Maurício Costa comenta o crescimento do uso de moedas virtuais

Maurício Costa, diretor de tecnologia da Hub55, comentou ao vivo no Jornal da Record News o crescimento do uso de moedas virtuais e a polêmica entrevista concedida pelo economista de Yale e prêmio Nobel Robert Shiller à rede CNBC em Davos. … Continue lendo

Veja mais...